Educação Ambiental na EBI dos Biscoitos

A Escola constitui um espaço de excelência para o desenvolvimento de cidadãos mais participativos e ambientalmente mais conscientes.

2006/01/21

Projecto: Aquário de Água Salgada

A HISTÓRIA...

O 6ºC

O projecto “Aquário de Água Salgada” nasceu no 5ºC, no ano lectivo 2004/2005, na disciplina de Ciências da Natureza, leccionada pela professora Fernanda Izália, por altura em que se aprendia as especificidades do mundo aquático. O tema despertou nos alunos grande interesse, tendo alguns deles levado para a sala girinos em vários estádios de desenvolvimento e rãs. O entusiasmo foi tal, que um aluno sugeriu a criação de um aquário de água salgada na escola, para observar e estudar a flora e fauna do meio ambiente marinho.

A sugestão foi discutida em Conselho de Turma e aprovada pelos restantes professores, que auxiliaram os alunos a construírem o seu projecto curricular de turma, com base nesta ideia, estabelecendo, logo ali, possíveis protocolos, entre os quais se destaca a Gê-Questa
[1], cujo o seu presidente Vítor Medina, também professor da turma, prontificou-se a cooperar em todo o processo de planificação e de implementação do referido projecto.

No final do ano lectivo, a turma realiza uma visita de estudo à Gê-Questa com o objectivo de conhecer melhor as suas actividades e âmbitos de acção, bem como de aprender a efectuar recolhas de seres vivos na costa e aprender a cuidar deles em ambientes artificiais – os aquários.
Visita à Gê-Questa no Forte de São Mateus

A Gê-Questa, mediante compromisso com o director da turma, prof. Paulo Ribeiro, docentes e alunos, responsabiliza-se em fornecer o aquário e apoio técnico na recolha de espécimes marinhas e manutenção.

No início do ano lectivo 2005/2006, a turma, agora o 6ºC, procede à 1º recolha de água salgada na costa dos Biscoitos e de seres marinhos (ouriços do mar, lesmas, algas, pequenos peixes…), dando início à montagem do aquário.
1ª recolha de seres marinhos na Calheta dos Biscoitos


Em paralelo, a turma realiza todo um trabalho de pesquisa e estudo sobre as características da flora e fauna marinha, seu habitat, comportamento, hábitos alimentares… e, os vários tipos de poluição, responsáveis pelas doenças e extinção de diversas espécies, bem como pela conspurcação dos seus habitats.

Em Outubro, o director da turma, o prof. Paulo Ribeiro organiza uma palestra na Básica Integrada dos Biscoitos, em parceria com a Universidade dos Açores, representada pelo Prof. Dr. Félix Rodrigues e Prof. Dr. Pedro González, na qual, os alunos apresentam um trabalho sobre os diversos tipos de poluição e o Dr. Félix complementa-o com uma comunicação, referindo a sua abrangência e perigosidade. De forma criativa alude à inconsciência humana no despejo indiscriminado de lixo nas zonas costeiras, referindo os impactos que tais atitudes provocam no ambiente marinho.
Comunicação do 6ºC, acompanhada pelo prof. Paulo Ribeiro

O olhar atento da Universidade

Intervenção do Dr. Félix

Visita ao aquário

Mas o imprevisto aconteceu... devido a uma falha de electricidade, o aquário fica várias horas sem energia, provocando a morte das espécimes, tendo os alunos presenciado ao colapso de um ecossistema artificial e constatado a sua vulnerabilidade.

O resultado foi reiniciar o processo, realizando uma 2ª recolha.

Um projecto cheio de aventuras... a aventura da vida!

[1] Associação de Defesa do Ambiente dos Açores criada em 1994 e sedeada no Forte Grande de São Mateus, Ilha Terceira

30 Comentários:

Enviar um comentário

<< Home